Pesquisar este blog

terça-feira, 17 de maio de 2011

Não gosto, não existe

Em 1870, irritado com o embaixador britânico, o ditador boliviano Mariano Melgarejo o expulsou de maneira peculiar: amarrou-o e colocou-o de costas num burro, a caminho da fronteira. A rainha Victoria determinou à Esquadra britânica que bombardeasse a Bolívia. Não era possível: a Bolívia não tinha litoral. Sua Majestade determinou então que a Bolívia não mais existia e tirou-a do mapa.

O secretário da Segurança de São Paulo, Antônio Ferreira Pinto, resolveu do mesmo jeito o problema do PCC, Primeiro Comando da Capital, grupo criminoso que, da prisão, comanda o crime organizado no Estado: decretou que o PCC já não existe. Segundo diz, só há hoje uns 30 integrantes do PCC.

Talvez fizesse bem ao secretário falar com parentes de presos. Eles sabem.



Assim é se lhe parece

O secretário resolveu também o problema recorrente de bandidos que dinamitam caixas eletrônicos: "É o crime da moda". Há gente, na Polícia e fora dela, pedindo proteção especial para os caixas.

Estão errados: nas grandes cidades européias e americanas, o caixa eletrônico fica na rua. O que é preciso é dar segurança à população. Se a população estiver protegida, os caixas também estarão.

Fonte: http://www.visoesdiversas.com/2011/05/o-pais-dos-bolsonaros.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email