Pesquisar este blog

domingo, 22 de maio de 2011

Juiz que proibiu marcha da maconha em SP tem condenação por espancamento

22/05/2011 3 COMENTÁRIOS
Essa notícia ajuda a entender os fatos de ontem na Paulista?

Juiz é condenado por espancar em Campos


Campos do Jordão
O juiz Teodomiro Cerilo Mendez Fernandez, do Tribunal de Alçada Criminal, e o investigador de polícia Renato dos Santos Filho foram condenados pelo Tribunal de Justiça a quatro meses e 20 dias de prisão, por espancamento.
Fernandez e Santos Filho não irão cumprir a pena, pois a punição prescreveu em dois anos. O juiz, no entanto, pode até perder o cargo.
Os dois foram acusados de espancar o microempresário Walter Francisco da Silva e seu funcionário Benedito Ribeiro da Silva Filho.
O espancamento ocorreu em 93, depois que as vítimas foram confundidas com os ladrões de uma máquina de lavar roupas levada da casa do juiz Fernandez, em Campos do Jordão.
Ontem, Silva comemorou a decisão dos desembargadores do Tribunal. “Era inocente e fui espancado pelo juiz dentro da delegacia, agora a justiça foi feita.”P
Silva conseguiu provar sua inocência 15 dias depois de ser espancado. “Paguei um detetive que descobriu o verdadeiro ladrão da máquina”. Segundo ele, a surra que levou prejudicou uma cirurgia renal que havia feito dias antes da agressão. Ele faz tratamento médico até hoje.
CONSELHO – O Conselho Superior da Magistratura vai analisar o caso e o juiz Teodomiro Fernandez pode ser suspenso, sofrer censura, indisponibilidade e até ser expulso do Tacrim (Tribunal de Alçada Criminal).


http://coletivodar.org/2011/05/teodomiro-mendez-o-juiz-que-proibiu-a-marcha-ja-foi-condenado-por-espancamento/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email