Pesquisar este blog

quinta-feira, 19 de maio de 2011

Big Brother Inglaterra: Todo e-mail e website será armazenado pelo governo

Texto publicado em 15/10/2010 no blog http://www.anovaordemmundial.com/

Telegraph/Reino Unido

Cada e-mail, telefonema, e visita a web-sites será gravada e guardada depois do governo de coalisão resolveu ressucitar planos controversos de vigilância de seus cidadãos.

Ele permitirá que os serviços de segurança e da polícia espionem as atividades de cada britânico que usa um telefone ou internet.

Mudanças para fazer que todos os detalhes de comunicação do provedor sejam armazenados pelo menos por um ano serão revelados no final deste ano provocando novos temores sobre um retorno do da vigilância estatal.

Os planos foram abandonados pelo governo do partido trabalhista em dezembro passado, mas o Ministério do Interior está pronto para reanimá-los. Isto apesar do governo de coligação ter prometido "
acabar com o armazenamento de Internet e registros de e-mail sem um bom motivo".

A sugestão de um "
super banco de dados" central foi descartada, mas os planos devem obrigar todos os prestadores de serviços a armazenar os dados de usuários por um determinado período de tempo.

Isso permitirá que as autoridades de segurança e policiais acompanhem cada telefonema, e-mail, mensagem de texto e visitas a web-sites feito pelo público
, se aqueles argumentarem que isto é necessário para combater a criminalidade e o terrorismo.

As informações incluirão quem está em contacto com quem, quando e onde e quais sites são visitados, mas não o conteúdo das conversas ou das mensagens.

"
Este programa é necessário para acompanhar as mudanças tecnológicas e de manter as capacidades que são vitais para o trabalho dessas agências para proteger o público."

"Os dados das Comunicações fornecem provas em tribunais para garantir as condenações daqueles que estão engajados em atividades que causam danos graves. Isto desempenhou um importante papel em cada operação anti-terrorista do Serviço de Segurança e em 95 por cento de todas as investigações de crime organizado.

"Vamos legislar no sentido de pôr em prática as normas e salvaguardas necessárias para garantir que a nossa resposta a este desafio tecnológico é compatível com a abordagem do governo para o armazenamento das informações e das liberdades civis".
Mas Isabella Sankey, diretor de política da Liberty, disse:
"Uma das promessas iniciais e de boas-vindas do novo Governo era acabar com o armazenamento de registros de internet e de e-mail. Todo o esforço para acumular mais dos nossos dados sensíveis e aumento de poderes de processamento equivaleria a uma significativa inversão de marcha. As ambições aterrorizantes de um grupo de tecnocratas de alto-escalão de Whitehall não deve superar a privacidade pessoal dos britânicos cumpridores da lei."

Guy Herbert, secretário-geral do grupo NO2ID campanha, disse: "
Nós não devemos ficar surpresos de que os interesses dos impérios burocráticos sejam mais importantes que nossa liberdadeÉ decepcionante que os novos ministros pareçam continuar com a tradição dos seus antecessores"

------------------------------------------

Para mim isto nao é novidade alguma. Desde que comecei a pesquisar os assuntos que cubro neste blog, já estava ciente sobre a extensão da vigilância do estado sobre telefone e internet aqui na Inglaterra. Já havia divulgado neste blog como o governo britânico gastou 1 bilhão de libras (em torno de 2.6 bilhões de reais) no projeto MTI (Mastering the Internet), ou “Dominando a Internet”, no qual caixas pretas seriam instaladas em todos os servidores de internet para rastrear e monitorar todos e qualquer dados que trafeguem pela internet. Mais recentemente, o Reino Unido aprovou a lei "Digital Economy Bill”, ou "Lei da Economia Digital", que por trás deste bonito nome dá poderes ao governo de restringir e filtrar qualquer website que seja considerado indesejável para o consumo público. Apenas estão tornando oficial o direito de invadir a privacidade, uma coisa que já vinha sendo feita a muito tempo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email