Pesquisar este blog

segunda-feira, 28 de maio de 2012

No Reino do Lula, Tudo Pode.

http://www.ossamisakamori.blogspot.com.br/2012/05/no-reino-do-lula-tudo-pode.html

O ex-presidente Lula procurou o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes para tentar adiar o julgamento do mensalão. Em troca da ajuda, Lula ofereceu ao ministro, segundo reportagem da revista "Veja" publicada neste fim de semana, blindagem na CPI que investiga as relações do empresário Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, com políticos e empresários. Fonte: Folha.

A imprensa já tinha noticiado antes de que a CPMI do Cachoeira tinha dedo do Lula e que foi criado para constranger o governador Marconi Perillo, seu desafeto por conta do mensalação.  Marconi Perillo afirmara na época da investigação do Mensalão, que o presidente Lula teria sido informado por ele Perillo sobre movimentação ilegal de recursos para compra de votos dos parlamentares da base de apoio.  

É bem provável que o processo mensalão não vai ao julgamento pelo STF, neste ano, conforme minha previsão, já comentado numa matéria anterior "Lula vai adiar mensalão para o ano que vem".  A tentativa de, uma verdadeira extorsão (sic meu) de um ministro do STF por si só daria um escândalo no reino da Elizabeth II, mas aqui no reino do Lula, nada acontece.  Passa batido.

Mendes confirmou hoje (26) à Folha o encontro com Lula e o teor da conversa revelada pela revista, mas não quis dar detalhes. "Fiquei perplexo com o comportamento e as insinuações despropositadas do presidente Lula", afirmou o ministro.O encontro aconteceu em 26 de abril no escritório de Nelson Jobim, ex-ministro do governo Lula e ex-integrante do Supremo. Fonte: Folha.

Igual perplexidade fico sobre a inconveniência de um ministro do STF estar presente no escritório particular do Nelsom Jobim, hoje na condição de um cidadão comum.  Condição de ter sido ex-ministro do Lula e membro do STF, não autoriza um ministro da mais alta Corte de Justiça do país, fazer visita, mesmo que a interlocução seja com um ex-presidente da República.  Além de tudo, a data mencionada é uma quinta-feira.  O que fazia o ministro fora de Brasília, num dia de expediente normal no STF?  O salário do ministro Gilmar Mendes do STF não é pago pelo contribuinte?  Ou no reino do Lula, tem casta que não segue às regras normais de um cidadão comum?

No reino do Lula, tudo pode! 


Ossami Sakamori, 67, engenheiro civil, foi prof. da UFPR.
Twitter: @sakamori10

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Follow by Email