Pesquisar este blog

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Correção: Bilionário da Amil NÃO DECLAROU que enriqueceu explorando os médicos

Segundo comentário do Vítor (no fim da página) essa entrevista seria um 'hoax' (boato de internet). Procurei essa declaração na versão digital da revista Exame e nas outras 2 fontes citadas em vários blogs. Na Exame, não consta tal declaração. Nas outras 2 fontes, as respectivas páginas ou nunca existiram ou foram tiradas do ar:

http://portaldocoracao.uol.com.br/saude-e-bem-estar/bilionario-e-dono-da-amil-edson-bueno-no-esconde-sua-satisfaco-em-explorar-os-medicos

e

http://portaldocoracao.uol.com.br/saude-e-bem-estar/bilionario-e-dono-da-amil-edson-bueno-no-esconde-sua-satisfaco-em-explorar-os-medicos


Portanto, considero que o presidente da Amil jamais deu essa declaração. Quem tiver indício do contrário, favor deixar comentário.

Agradeço ao Vítor pela colaboração.

Abraços,

Luiz.

--

Texto original:

Em entrevista à revista Exame, o presidente da Amil, empresário Edson de Godoy Bueno, em linguagem desabrida e triunfalista, não escondeu os meios de que se valeu para enriquecer. Quando indagado sobre o segredo de ficar bilionário tão rápido, em síntese, respondeu: “Para mim, foi uma experiência que me trouxe grande satisfação. Eu percebi que dispunha de mão de obra extremamente qualificada, mas extremamente barata: o médico. Eu soube explorar isso, e o resultado foi a Amil”.

5 comentários:

  1. Estes planos de saude com os seus diretores são todos uma cambadas de Safados, as pessoas nao tem condiçoes de arcar com os custos do plano, morrem e estes diretores ficam rindo da morte dos outros.

    ResponderExcluir
  2. Vergonhosa a declaração desse "pseudo médico",
    dono da AMIL. A classe médica deveria se mobilizar e dar uma resposta a altura a esse senhor.Afinal de contas, os médicos podem viver sem a AMIL, mas a AMIL depende deles para sobreviver.

    ResponderExcluir
  3. Eu trabalho na Amil. tenho uma visão generalizada a respeito de nossa sociedade exploradora e não vou aqui defender o Sr Edson, mas acredito que ele talvez não tenha utilizado termos correto no momento de dizer o que disse.
    o que foi dito é uma realidade social, somos explorados em todos os setores profissionais, adiferença é que alguns se expressam melhor fazendo com que o argumento se sobressaia sobre ato em si...

    muito bom o blog.

    parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Esta declaração não consta na Revista Exame, nem na versão impressa e nem na eletrônica. Isso não passa de um boato virtual...

    ResponderExcluir
  5. se fez o que fez com os médicos imagine então o que fez encima de toda as profissionais enfermagens brasileiras que direta ou indiretamente trabalharem para ele imagine só, por isto que hoje em dia a enfermagem brasileira está até mesmo abaixo em termos de=VALORIZAÇÃO=RESPEITO=etc-mas de qualquer tipo de CATEGORIA PROFISSIONAL até mesmo do que você possa ou não imaginar etc

    ResponderExcluir

Follow by Email